Salva de abatedouro, porca pintora conhecida como ‘Pigcasso’ vende quadro por R$ 150 mil

Salva de abatedouro, porca pintora conhecida como ‘Pigcasso’ vende quadro por R$ 150 mil
Compartilhe

Com talento suficiente para ter o nome atrelado ao pintor espanhol Pablo Ruiz Picasso, a porquinha conhecida como ‘Pigcasso’ quebrou recorde, após ter sua obra “Wild and Free” (“Livre e selvagem”, em português) vendida por 20 mil euros, aproximadamente R$ 150 mil. Esta foi a venda de uma obra de arte mais cara criada por um animal. As informações são do O Globo.

O quadro foi adquirido por um alemão apenas 72 horas após ser colocado a venda. Até então, conforme o jornal Daily Mail, o chimpanzé Congo ocupava a primeira posição de criador da obra de arte mais cara, com a venda de um quadro por cerca de R$ 90 mil, em 2005.

A porquinha ‘Pigcasso’ vive na África do Sul e contabiliza mais de 41 mil seguidores no Instagram. E ela não é novata no ramo.

Joanne Lefson, dona da porca, a salvou de um abatedouro um mês após seu nascimento, na Cidade do Cabo. Um dia, por acaso, identificou o talento de ‘Pigcasso’ como pintora, após deixar por acidente alguns pincéis velhos em sua baia.

Incentivada pela dona, a porquinha, hoje com cinco anos, já produziu mais de 400 obras de arte originais.

Em março, um de seus quadros foi arrematado em leilão por R$ 17,9 mil. Segundo a interpretação de Joanne, a obra adquirida por um espanhol se tratava de uma pintura abstrata do príncipe Harry.

Outro comprador de Londres (Inglaterra) pagou R$ 15,2 mil por um quadro em que a porquinha supostamente retratou a rainha Elisabeth.

De acordo com Joanne, todos os valores arrecadados com as telas são revertidos para um fundo que mantém o santuário para animais administrado por ela na África do Sul.

CATEGORIAS