Time potiguar faz representação formal por falhas “grotescas” da arbitragem; veja os lances

Time potiguar faz representação formal por falhas “grotescas” da arbitragem; veja os lances
Compartilhe

Se sentindo prejudicado por erros de arbitragem no Campeonato Brasileiro da Série D, o América protocolou junto à FNF uma representação formal e imagens dos lances nos quais o Alvirrubro se achou prejudicado.

Confira os lances e os questionamento do América:

Treze-PB 2×2 América – No lance, ocorrido na cidade de Campina Grande/PB, assistente de número 2, Ruan Neres Souza de Queirós (PB) invalidou um gol do América que, até hoje, comentaristas, narradores, repórteres, jogadores e torcedores, ou seja, todo um conjunto que faz parte ou acompanha o FUTEBOL PROFISSIONAL, não sabe explicar. O detalhe é que a “bandeira só foi levantada” após a bola entrar. A única coisa que poderia ser marcada nessa jogada, seria pênalti para o América. A finalização do assistente foi controlada pelo árbitro Robson Babinski (PR) que anulou o gol.

Caucaia-CE 2×2 América – O lance acima, ocorrido na cidade de Caucaia/CE, aconteceu aos 16′ do segundo tempo, quando o América vencia por 2 a 1 e o goleiro Samuel Pires, legalmente, defendeu o pênalti com o seu pé esquerdo em cima da linha, de acordo com a regra e conforme mostram as imagens. Inexplicavelmente, o assistente de número 2, Jorge Fernando Teixeira Bandeira Filho (CE), mandou voltar a cobrança, sendo atendido pelo árbitro Murilo Ugolini Klein (PR). A segunda cobrança resultou no gol de empate.

CATEGORIAS