Promessa potiguar é titular de gigante brasileiro após quase sete meses

Promessa potiguar é titular de gigante brasileiro após quase sete meses
César Greco/Palmeiras
Compartilhe

O resultado do time não foi o ideal. O Palmeiras perdeu para o Atlético Mineiro por 2 a 0 no último sábado (14), pelo Campeonato Brasileiro da Série A. Mas se existe um jogador da equipe Alviverde que tem o que ‘comemorar’ é o potiguar Gabriel Veron.

Foi a primeira vez que o atacante de 18 anos, natural de Assú, no interior do Rio Grande do Norte, começou uma partida entre os titulares em quase sete meses. A última vez havia sido em janeiro, quando o clube paulista enfrentou o Ceará/CE e Veron marcou um gol na derrota por 2 a 1.

Melhor jogador do Mundial Sub-17 em 2019, Veron é apontado como a maior promessa do Palmeiras desde Gabriel Jesus. O potiguar tem sofrido com uma série de lesões nos últimos meses e retornou aos gramados no final de julho, após mais de três meses e 33 jogos de ausência.

“Foi como se eu tivesse estreado de novo. Sempre com um frio na barriga, mais de três meses sem jogar, sem vestir a camisa do Verdão. Estou muito feliz, agora é continuar e dar sequência. Fizemos um trabalho especial que deu resultado. Ganhei força, melhorei minha alimentação, e agora é trabalhar mais forte ainda porque tem muito pela frente”, disse na época.

Gabriel Veron foi descoberto em uma peneira que o Santa Cruz-RN fez pelo interior do Estado entre 2015 e 2016, quando tinha apenas 13 anos. De 300 jogadores, ele foi o único selecionado. Se destacando pelo time do Rio Grande do Norte, chamou a atenção de clubes brasileiros e chegou ao Palmeiras em 2017.

CATEGORIAS