Funcionária da limpeza de hospital, atleta ouro em Tóquio se diz ansiosa para mostrar a medalha aos colegas de trabalho

Funcionária da limpeza de hospital, atleta ouro em Tóquio se diz ansiosa para mostrar a medalha aos colegas de trabalho
Imagem: UESLEI MARCELINO/REUTERS
Compartilhe

A irlandesa Kellie Harrington chamou atenção não só pela vitória contra a brasileira Bia Ferreira na final do peso leve do boxe feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Bastante emocionada na cerimônia de premiação, a lutadora fez questão de dividir o momento com as outras medalhistas. Após a comemoração, a irlandesa foi aos microfones e elogiou muito a oportunidade de lutar com a brasileira.

“A campeã mundial de 2018 e a campeã mundial de 2019 se enfrentando em uma final olímpica. O que mais eu poderia pedir? Duas mulheres em uma final, dando absolutamente tudo que elas têm. Ela é uma adversária fantástica, uma lutadora incrível. Eu tenho muito respeito por ela e pelas outras garotas. Essa medalha de ouro significa o sacrifício de tudo que eu fiz para estar aqui. Mas, para mim, todas as meninas são medalhistas de ouro, todas que colocaram o pé naquele ringue com muita força e coragem. Todas nós merecemos ser medalhistas de ouro”, disse.

Agora, Harrington só pensa em voltar para casa e mostrar sua conquista aos colegas de trabalho. Em mais um discurso emocionante, a irlandesa comentou sobre a satisfação em trabalhar no setor de limpeza de uma clínica médica em seu país.

“Eu não preciso trabalhar, eu posso sair do trabalho se eu quiser. Mas trabalhar é minha decisão, eu amo o meu trabalho. As pessoas no meu trabalho são as pessoas que eu amo. Eu estou lá por elas há 11, 12 anos. Eu nunca vou sair, voltarei ao trabalho em duas semanas e mostrar minha medalha para eles”, concluiu.

Fonte: UOL

CATEGORIAS