FNF apresenta projeto do Super Matutão 2022

FNF apresenta projeto do Super Matutão 2022
Compartilhe

Com o auditório cheio e presença da governadora Fátima Bezerra, a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) realizou, na tarde desta segunda-feira (9), o lançamento do Super Matutão 2022, competição que tem como objetivos a interiorização do futebol e a descoberta de novos talentos do esporte e que retorna ao calendário esportivo do Rio Grande do Norte após dois anos de suspensão por causa da pandemia da covid-19. O torneio tem previsão para começar na segunda quinzena do mês de junho.

 Cerca de 80 pessoas participaram do evento de lançamento do Super Matutão, entre eles representantes de Prefeituras e ligas esportivas de todas as regiões do estado, além de autoridades como o promotor Luiz Eduardo Marinho, responsável do Ministério Público do Rio Grande do Norte pela fiscalização do cumprimento do Estatuto do Torcedor, o presidente da Câmara Municipal de Natal e vice-presidente da FNF, Paulinho Freire, e o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Anteomar Pereira “Babá”. Também estavam presentes diretores da Band RN, InterTV Cabugi e TV Ponta Negra, emissoras que já demonstraram interesse em fazer as transmissões dos jogos da competição.

No seu discurso de abertura, o presidente da FNF, José Vanildo da Silva, destacou a importância do Matutão. “Essa presença que estamos vendo aqui é o reflexo da expectativa do mundo esportivo potiguar para esse evento. Não existe no Nordeste nenhuma competição que tenha a dimensão dessa competição. Apoiar o esporte é uma forma de investir, de incentivar uma indústria que é o futebol, que gera emprego, renda e promove ações importantes em todos os aspectos”, falou Vanildo.

 Após ouvir as palavras do mandatário da FNF, a governadora Fátima Bezerra informou aos presentes que a competição contará com o apoio do Governo do Estado. “Pode contar com o apoio do Governo do RN para tocar esse projeto de interiorização do nosso futebol e esse apoio vai começar já agora com o Super Matutão. E que esse ano seja apenas o pontapé inicial”, prometeu.

 De acordo com José Vanildo, o torneio será disputado por atletas dos próprios municípios, amadores e que nunca tiveram a oportunidade de atuar e disputar competições de forma profissional. “Esse campeonato será disputado pelo munícipe, por aquele atleta da cidade. Vai ser privativo para aqueles que nunca jogaram futebol de forma profissional”, destacou o presidente da FNF.

 A expectativa da Federação é que, pelo menos, 50 equipes confirmem a participação no torneio, que deverá ser disputado de forma regionalizada, em um sistema semelhante ao da Copa do Brasil. A confirmação do sistema de disputa e demais regras do regulamento ocorrerá após a confirmação da participação pelos times interessados, que deve acontecer até a próxima sexta-feira (13). Depois desta data, uma segunda reunião técnica será realizada, já para a apresentação do regulamento da competição.

 Além da fórmula de disputa, no próximo encontro deverá ser definida a faixa etária dos atletas que poderão disputar o Super Matutão. A intenção inicial da Federação é limitar a participação de jovens com idades entre 15 e 21 anos ou 16 e 21, justamente para cumprir o objetivo de revelar novos talentos que possam despontar para o cenário do futebol potiguar.

CATEGORIAS