Djokovic e Federer podem se reencontrar na final de Wimbledon

Djokovic e Federer podem se reencontrar na final de Wimbledon
Compartilhe

A chave principal de Wimbledon foi sorteada na manhã desta sexta-feira (25) e colocou Novak Djokovic e Roger Federer em caminhos opostos.

Finalistas da última edição do torneio, em 2019, os dois poderão se reencontrar apenas na decisão. Atual campeão, o sérvio, que busca o sexto título em Londres, conta com uma chave, em tese, mais acessível, enquanto o suíço de 39 anos, dono de oito troféus, pode encontrar pedreiras pela frente.

Buscando o sexto título, Djokovic estreia no Grand Slam londrino contra a promessa britânica Jack Draper (#250), de 19 anos. Na segunda rodada, deve encarar o sul-africano Kevin Anderson, vice-campeão de Wimbledon em 2018. Na sequência, pode ter Gael Monfils, em má fase, e Andrey Rublev, mas seu principal desafio seria nas semis, onde seu oponente seria o grego Stefanos Tsitsipas (#4), com quem decidiu Roland Garros nessa temporada.

Já Federer, por sua vez, tenta o nono troféu na grama sagrada. O suíço de 39 anos começa sua caminhada contra o francês Adrian Mannarino (#42), que vem de boa campanha no ATP 250 de Mallorca. Logo depois, pode enfrentar Richard Gasquet e, se avançar, o britânico Cameron Norrie, que vem em uma crescente no circuito. Nas quartas, uma pedreira: o russo Daniil Medvedev, número 2 do mundo. Na semifinal, seu provável adversário seria o alemão Alexander Zverev ou o italiano Matteo Berrettini.

Fonte: GE

CATEGORIAS
TAGS