Chile entra com ação na Fifa para assumir lugar do Equador na Copa do Mundo; entenda

Chile entra com ação na Fifa para assumir lugar do Equador na Copa do Mundo; entenda
Foto: Getty Images
Compartilhe

A federação de futebol do Chile (ANFP) enviou na quarta-feira uma denúncia contra o jogador Byron Castillo e a federação equatoriana de futebol à Comissão de Disciplina da Fifa. O Chile sustenta que houve o uso de certidão de nascimento falsa, falsa declaração de idade e falsa nacionalidade por parte do lateral-direito.

O Chile demanda que a seleção do Equador perca os pontos dos oito jogos das eliminatórias sul-americanas que Castillo participou — e que os adversários ganhem os três pontos das partidas. Isso levaria a seleção chilena à Copa do Mundo de 2022, no Catar.

— Entendemos, com base em todas as informações e documentos compilados, que os feitos são demasiado graves e devem ser investigados a fundo pela Fifa. Existem inúmeras provas de que o jogador nasceu na Colômbia, na cidade de Tumaco, no dia 25 de julho de 1995, e não em 10 de novembro de 1998, na cidade equatoriana de General Villamil Plavas — afirmou a ANFP, em nota publicada nesta quinta-feira.

A federação chilena de futebol também afirma que uma comissão investigadora da federação equatoriana concluiu que Castillo era colombiano, depois de observar possíveis irregularidades existentes em registros de jogadores do Equador.

Em março do ano passado, o vice-presidente da federação equatoriana (FEF), Carlos Manzur, sugeriu que poderia haver algum tipo de problema com a documentação de Castillo. Um mês depois, a Justiça local concedeu um documento comprovando as informações de sua identidade.

Na tarde desta quinta-feira, a FEF divulgou um comunicado no qual garante que todas as convocações do jogador foram legais. A federação se colocou à disposição da Fifa para qualquer esclarecimento.

A seleção chilena terminou as Eliminatórias em sétimo lugar, com 19 pontos. O Equador ficou na quarta posição, com 26. Como Castillo não enfrentou Peru nem Colômbia, essas duas seleções, que acabaram em quinto e sexto lugares, não ganhariam pontos.

Fonte: ge

CATEGORIAS