Complexo Cultural Rampa e UFRN firmam parceria para lançamento de livro sobre Augusto Severo

Complexo Cultural Rampa e UFRN firmam parceria para lançamento de livro sobre Augusto Severo
Foto: Raiane Miranda/Assecom-RN
Compartilhe

Neste ano, completa 120 anos do encantamento de Augusto Severo, expoente norte-rio-grandense, político, jornalista, inventor e aeronauta de relevância internacional. A data marca a realização do seu invento mais ousado, o Pax, dirigível que explodiu em Paris durante seu primeiro voo experimental. Com o objetivo de recuperar essa memória histórica e tornar ainda mais conhecido esse personagem, diversas parcerias e homenagens estão em curso. Uma delas envolve o Complexo Cultural Rampa e a UFRN, com a publicação do livro “Os balões de Augusto Severo”, do escritor Rodrigo Visoni.
As tratativas para essa parceria foram firmadas por Gustavo Wanderley, curador do projeto Rampa – arte museu paisagem e pela professora  Ângela Paiva, coordenadora do Parque Científico Tecnológico do Rio Grande do Norte Augusto Severo (PAX/UFRN), em reunião realizada na última terça-feira, 11, na Governadoria, exatamente no dia em se celebrava os 158 anos do nascimento de Augusto Severo. O encontro capitaneado pelo vice-governador do Estado, Antenor Roberto, contou com diversas entidades ligadas ao tema.

A publicação do livro deverá ser a primeira do selo Rampa Edições, do projeto Rampa – arte museu paisagem, em parceria com a Editora da UFRN e projeto PAX. Com abertura prevista para o primeiro semestre de 2022, o espaço Complexo Cultural Rampa, em Santos Reis, está na fase de criação do acervo e do programa educativo.

Segundo Gustavo Wanderley, curador do Rampa – arte museu paisagem, apoiar esse tipo de obra está diretamente relacionado ao propósito do complexo, que além de abrigar exposições de arte, quer oportunizar o desenvolvimento humano e de novas ideias. “Mais do que revelar um homem que inventou uma máquina, falar de Augusto Severo é falar de um jovem inquieto que conseguiu imaginar-se voando. Com essa publicação, queremos impulsionar a memória de alguém que sonhou e conseguiu. Queremos pensar e fomentar a potência do sonho, a potência do realizar”, explica o curador.

Para Ângela Paiva, representante da UFRN, a parceria reforça o compromisso com a justiça social, a sustentabilidade socioambiental, a democracia e a cidadania da instituição. “O livro dialoga diretamente com a exposição que está em planejamento para a Rampa inspirada no sonho e no voar que moveram a criança, o jovem e o homem Augusto Severo. Sem dúvida, realizar parcerias como essa é de extrema relevância para todas as instituições que lidam com a história e a memória no Estado do Rio Grande do Norte”, aponta a professora.

Resultado de anos de pesquisa, o livro “Os balões de Augusto Severo”, de Rodrigo Moura Visoni, é ricamente ilustrado e resgata a vida e a obra de Augusto Severo de Albuquerque Maranhão, que foi concorrente de Alberto Santos Dumont na busca pela dirigibilidade aérea. Augusto Severo foi o projetista dos dois primeiros dirigíveis semirrígidos do mundo, o Bartholomeu de Gusmão (1894) e o Pax (1902), e inventor de novos tipos de motores e engenhos aéreos.  

CATEGORIAS