Dois hotéis em Ponta Negra são notificados por lançamento de água residual de piscinas na praia

Dois hotéis em Ponta Negra são notificados por lançamento de água residual de piscinas na praia
Compartilhe

Dois hotéis na orla da praia de Ponta Negra, zona Sul da capital, foram notificados por lançamento irregular de água residual de piscinas para a rede de drenagem na tarde desta terça-feira (23). Os efluentes também alcançavam  a escadaria da Erivan França, onde chegavam diretamente para a praia. Os estabelecimentos estão localizados na Rua Francisco Gurgel e Rua da Praia.

Fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) realizaram a vistoria a pedido do Ministério Público nos dois estabelecimentos. No entanto, o órgão já havia notificado no mês de setembro todos os hotéis, pousadas e restaurantes da orla de Natal para as adequações no sistema de esgotamento sanitário e do licenciamento ambiental. 

“Como os estabelecimentos estão dentro dos prazos dados para conclusão dos reparos ainda não foram autuados, mas notificados novamente a adequar o descarte da água”, explica o supervisor de fiscalização de poluição de água e do solo (SPASO), Gustavo Szilagyi. 

A reunião no mês de setembro contou com a presença de representantes  da Associação Brasileira de Hotéis (ABIH) e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) onde foi apresentada a necessidade de adequações para evitar problemas na rede de drenagem da Erivan França, uma vez que o lançamento dessas águas é recorrente. 

Para acabar com o problema, a Semurb deu um prazo de 60 dias para que todos façam essas adequações e de 180 dias para que os associados promovam o licenciamento do imóvel e das atividades daqueles que ainda tem alguma pendência. Também participou do encontro, o secretário de Turismo (Setur), Fernando Fernandes. 

“As notificações em setembro ocorreram para que eles se preparassem para o período da alta estação e evitássemos o problema, que prejudica a imagem da cidade e pode afastar turistas. O objetivo é que não tenhamos águas servidas de nenhuma natureza, sendo lançada em via pública e na praia, e assim garantir a qualidade do meio ambiente e o bem-estar dos visitantes”, finaliza Szilagyi.

Flagrantes deste tipo de irregularidade podem ser denunciados pela população pelo canal da Ouvidoria da Semurb de segunda a sexta-feira das 8h às 16h, pelo telefone (84) 3616-9829 ou e-mail [email protected].

CATEGORIAS