Chevrolet Onix em queda: quem ainda deve ultrapassar o ex-líder em 2021

Chevrolet Onix em queda: quem ainda deve ultrapassar o ex-líder em 2021
Compartilhe

Depois de perder a liderança do acumulado do mercado pela primeira vez desde 2015, a vida do Chevrolet Onix pode ficar mais difícil daqui para frente.

O modelo, que está há três meses sem ter nenhum carro produzido, despencou para a terceira posição no acumulado, perdendo posições para Hyundai HB20 e Fiat Argo, novos primeiro e segundo colocados.

Há opiniões divergentes sobre os próximos seis meses de vida do Onix, mas é possível que ele perca mais posições dentro do mercado.

Uma das fontes consultadas acredita que o modelo ainda vai “sofrer e penar por outros meses antes de estabilizar as vendas aos patamares normais.”

Apesar de a GM ter dito que voltaria a produzir em agosto, a falta de semicondutores continua a gerar problemas não só aqui no Brasil, mas em todo o mundo, e fábricas continuam parando suas produções – o que faz a fonte consultada acreditar que o Onix ainda pode perder posição para o Mobi.

Hoje, a diferença entre Onix e Mobi é de 2.154 unidades no acumulado. E mais do que o Mobi ter vendido muito bem nesse período, o hatch da GM deixou de vender o que normalmente faria e caiu, por alguns meses, para fora do top 10 da tabela.

Se a diferença entre 4 mil e 5 mil nas vendas do Mobi para o Onix for mantida, ele conseguirá sim, passar o Onix até o fim do ano, ficando com a terceira posição.

Por outro lado, há fontes que acreditam que o problema de semicondutores deve começar a ser solucionado nos próximos meses e o fôlego represado do Onix nesses meses sem entregas de novas unidades pode levá-lo para o topo da tabela novamente, reduzindo assim o estrago feito até aqui.

Fonte: UOL

CATEGORIAS
TAGS