Fundador de famosa rede varejista do Brasil é denunciado mais uma vez, agora por sonegação de R$ 86 milhões

Fundador de famosa rede varejista do Brasil é denunciado mais uma vez, agora por sonegação de R$ 86 milhões
Compartilhe

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) informou, nesta terça-feira (14), que denunciou mais uma vez o fundador da Ricardo Eletro, Ricardo Nunes, e o então diretor Pedro Daniel Magalhães.

Desta vez, a denúncia é por suspeita de sonegação de mais de R$ 86 milhões, no período entre junho de 2016 e maio de 2018.

Segundo o MPMG, Pedro Daniel Magalhães exerceu a função de diretor superintendente da RN Comércio Varejista de 21 de outubro de 2015 a 10 de maio de 2019 e Ricardo Nunes, segundo a denúncia, apesar de ter formalmente renunciado ao cargo de diretor-presidente em 21 de outubro de 2015, se manteve à frente da entidade até o ano de 2019, compartilhando o poder de decisão.

Em novembro de 2020, Ricardo Nunes e Pedro Magalhães já haviam sido denunciados pelo mesmo crime, mas no período entre 2012 e 2017. Antes, em julho, eles foram alvo da operação “Direto com o Dono”, feita pelo Ministério Público, Polícia Civil, Secretaria de Estado de Fazenda e Advocacia Geral do Estado.

Em dezembro de 2020, eles foram alvo de nova denúncia, referente ao período de maio de 2016 e novembro de 2019, com sonegação no período, segundo o MPMG, de cerca de R$ 120 milhões.

Fonte: g1

CATEGORIAS