CPI deve convocar representante de empresa que diz ter recebido pedido de propina para firmar contrato de vacina

CPI deve convocar representante de empresa que diz ter recebido pedido de propina para firmar contrato de vacina
Divulgação
Compartilhe

A CPI da Covid deve convocar para depor o representante da empresa Davati Medical Supply no Brasil, Luiz Paulo Dominguetti Pereira, que afirmou em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo” ter recebido do diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, um pedido de propina de US$ 1 por dose de vacina em troca da assinatura de um contrato.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que apresentará o requerimento de convocação de Pereira, a ser votado pelo plenário da comissão parlamentar de inquérito. Em uma rede social, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), escreveu: “Denúncia forte. Vamos convocar o senhor Luiz Paulo Dominguetti Pereira para depor na #CPIdaPandemia na próxima sexta-feira, dia 02/07”.

De acordo com o jornal “Folha de S.Paulo”, o representante da Davati procurou o Ministério da Saúde para negociar 400 milhões de doses da vacina produzida pelo laboratório AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford (Reino Unido).

CATEGORIAS
TAGS