Ciro Gomes xinga megaempresário dono de rede de restaurantes: “vagabundo e sonegador de impostos”

Ciro Gomes xinga megaempresário dono de rede de restaurantes: “vagabundo e sonegador de impostos”
Compartilhe

O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) chamou o empresário Afranio Barreira, dono da rede de restaurantes Coco Bambu, de “vagabundo” e “sonegador” durante entrevista ao canal “Em Cima do Muro”, no YouTube. Bolsonaristas não gostaram da declaração e reagiram nas redes sociais.

“(…) por empresários inescrupulosos, sonegadores de impostos, que estão aqui em Fortaleza fazendo política bolsonarista. Esse vagabundo do Coco Bambu tem 50 restaurantes no Brasil e no mundo (sic), cada um deles tem uma razão social diferente pra não pagar imposto, pra estar no Super Simples. Por isso que são tudo bolsonaristas, porque é tudo marginal”, declarou Ciro Gomes.

Ao UOL, a assessoria de imprensa da rede de restaurantes criticou a fala de Ciro Gomes e disse que o assunto já está com o departamento jurídico da empresa.

“Ele [Ciro Gomes] não falou uma única verdade. Caluniou, difamou e injuriou todos os sócios do Coco Bambu, que pagaram, em 2021, mais de R$ 100 milhões em impostos. Ele atacou não só o Coco Bambu, mas a todos os empreendedores do Ceará e do Brasil”, diz.

A rede destacou ainda que é auditada pela empresa de auditoria PwC e que nunca teve ressalvas, segundo ela. “Por fim, é lamentável que um candidato à Presidência da República utilize desses meios, denegrindo pessoas de bem e espalhando inverdades para aparecer na mídia”, acrescenta.

Com informações do UOL

CATEGORIAS